O que mudou no Enem?

O Exame Nacional do Ensino Médio é, todos os anos, esperado por inúmeras pessoas que pretendem conseguir uma boa nota para, posteriormente, ingressarem em uma universidade. O Enem vem ao longo dos anos trazendo melhorias e modificando algumas das suas principais características, mas em 2017 novas mudanças surgiram com ainda mais intensidade. Vamos conhecer essas mudanças e relembrar como era e como ficou:

Dias das provas

Desde 2009 o Enem era aplicado em dois dias consecutivos, sempre em um sábado e depois no domingo, a prova é extensa e acaba se tornando cansativa, e para quem trabalha aos sábados ficava uma situação difícil, mas a partir de 2017 isso vai mudar, as provas serão aplicadas em dois domingos consecutivos (5 e 12 de novembro de 2017), assim os candidatos terão um intervalo de uma semana entre uma prova e outra, podendo utilizar esse tempo para revisar o conteúdo do próximo dia de prova.

 

Redação

A redação do Enem é sempre um dos momentos mais aguardados também, pois o tema sempre é discutido desde o começo do ano. Até 2016 a redação era aplicada sempre no domingo que era o segundo dia da prova, mas a partir de 2017 a redação será no primeiro dia, ou seja, dia 05 de novembro. Além da redação, as questões de ciências humanas e linguagens também serão pedidas e a duração para realizar a prova nesse dia será de cinco horas e meia.

 

Diploma

Muitos brasileiros não tinham nem acesso a essa informação, mas entre 2009 e 2016 era possível concluir o ensino médio apenas com a nota do Enem, essa regra valia para adultos que não terminaram os estudos em seu tempo regular e poderiam fazê-lo apenas utilizando a sua posição no Enem. Mas, em 2017 essa possibilidade não existirá mais, quem não concluiu o ensino médio regularmente terá que fazer o Encceja, que é o curso específico para jovens e adultos que não concluíram em tempo regular, antigamente esse curso era chamado Supletivo.

 

Sabatistas

Para aqueles que guardam o sábado era sempre uma grande mobilização, pois o Inep precisava disponibilizar toda uma estrutura para atender a esses candidatos e respeitar os seus horários. Agora, como as provas acontecerão aos domingos, essa logística não será mais necessária, facilitando para todos (organização e participantes).

 

Caderno de prova

As provas coloridas do Enem eram distribuídas aleatoriamente e o candidato deveria escrever uma frase que estava no seu cartão de respostas para que fosse possível identificar a qual cor aquele candidato havia pegado de prova. Agora, esse processo será bem mais tranquilo, a partir de 2017 os cadernos serão personalizados com o nome de cada candidato e o seu respectivo número de inscrição. Assim, será possível identificar facilmente a qual candidato o caderno pertence, muito mais fácil e objetivo, como acontece na maioria dos vestibulares e concursos de todo país.

 

Taxa de inscrição

Até 2016 eram isentas da taxa de inscrição do Enem todos os alunos concluintes do ensino médio das escolas publicas, agora, a partir de 2017, as famílias que estiverem inscritas do CadÚnico (programa do Governo Federal em que estão inscritas família em situação de pobreza e pobreza extrema) também terão a isenção dessa taxa de inscrição.

As mudanças que acontecerão no Enem 2017 vieram para melhorar todo o processo de organização das provas, bem como para os participantes, visto que o número de inscritos todos os anos é altíssimo e para atender a todos é um pouco complicado.

Mas, com certeza, o Governo Federal está ciente de que todo processo de mudança requere adaptações e para este ano só nos resta aguardar para saber se a mecânica do projeto Enem 2017 será um sucesso!

Curso e Colégio Sigma há mais de 20 anos vem se consolidando como a maior referência em curso pré-vestibular de Londrina e agora também com ensino médio. É líder em aprovações nas mais diversas universidades públicas e privadas do país.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *